sábado, 22 de janeiro de 2011

O doutorado do Padre Mário Marcelo

Roma continua gelada, com muita chuva e muito frio. Mas, dentro dos muros do Collegio Internazionale Leone Dehon, nem tudo é inverno. Existe um quarto sempre aquecido e com muitos livros abertos. É o quarto 340, do Pe. Mário Marcelo, que está aqui para fazer seu doutorado. Vamos saber um pouco sobre esse mineiro de Itumirim...



"Está sendo uma experiência extraordinária morar e estudar em Roma. Num primeiro momento foi difícil deixar o Brasil, os trabalhos, família e amigos para adaptar-me em terras “estranhas”. Chegando em Roma fui muito bem acolhido pelo superior da casa, pelos confrades e em particular pelos brasileiros que aqui estavam. Tudo isso me ajudou muito na adaptação. Comecei a aprender italiano e ao mesmo tempo preparar-me para o doutorado. Estou descrevendo uma dissertação na área da bioética: “Manipulação genética e impacto na dignidade humana”, um tema interessante, atual e desafiador. A vantagem de estudar aqui é que tenho tempo quase integral para me dedicar ao doutorado. Temos nossos momentos de oração, missas, adoração ao Santíssimo etc. Não temos muitos trabalhos pastorais, exceto períodos fortes como Natal e Páscoa, mas ajudo como capelão de uma comunidade de religiosas.
Roma é uma cidade maravilhosa, nossa história cristã está muito aqui, vivo momentos fortes da nossa fé nesta cidade, as visitas aos locais do contexto cristão, às igrejas históricas, museus e claro, pizzarias e sorveterias excelentes. Um momento forte foi a oportunidade de um encontro com o Papa Bento XVI, onde tive a oportunidade de cumprimentá-lo e evidente pedir-lhe uma bênção.
A experiência do doutorado é excelente, estudar em um instituto de Teologia Moral, com professores autores das obras que eu sempre usei, conhecer o pensamento, as pesquisas na área e, sobretudo, a oportunidade que estou tendo de aprender, refletir e debater o pensamento moral atual da Igreja, é uma oportunidade enriquecedora e que me da melhores condições de continuar como professor de teologia moral no Brasil.
Saudades do Brasil???!!!!!!! Sim, bastante mas, ... ‘preciso terminar para depois continuar’ meu trabalho."





Padre Mário Marcelo Coelho, sacerdote dehoniano, natural de Itumirim MG, formado em Zootecnia e pela Universidade Federal de Lavras, MG, também mestre em Zootecnia pela mesma Universidade. Entrou no seminário em 1991 percorreu todo o processo de formação da vida religiosa ordenando sacerdote no dia 09 de dezembro de 2000 em sua cidade natal. Após ser ordenado foi designado pelo seu superior a fazer o mestrado em teologia moral no Centro Universitário Assunção, SP. Ao terminar o curso com a defesa da tese “Uma avaliação ético-teológica do xenotransplante” foi designado a residir na comunidade religiosa do “Conventinho” em Taubaté, SP, exercer o ministério como formador dos religiosos dehonianos que cursam a teologia e assumir a função de professor de teologia moral na Faculdade dehoniana, foi vice-diretor geral da Faculdade Dehoniana, Taubaté, SP, período 02/2005 - 02/2009 (assumiu por 2 anos como diretor interino). Atualmente está em Roma fazendo o doutorado em Teologia Moral na Academia Alfonsiana.

2 comentários:

O Senhor te dê a paz ! disse...

Interessante até parece coicidência mas não é, sua benção padre, estou lendo um livro que comprei em 01/02/2010 que chama: O QUE A IGREJA ENSINA SOBRE ... do Pe. Mário Marcelo Coelho, vi a foto agora e conheci. Deus os abençõe em seus estudos, meu nome é Wander Venerio, sou formado em Teologia, tenho um blog, continuo estudando, sou leigo casado, gosto de estudar e vou fazer até a morte se Deus permitir. Parabéns!

Denise disse...

Ola Pe. Marcelo, somos felizes por sermos seus amigos.
Temos saudades das celebrações aqui em nossa paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja na qual muito nos enriquece sobre o Coração de Jesus e a Mãe Nossa Senhora. Deus foi privdente quando participamos de uma missa na comunidade Santa Rita de Cassia, aqui em Taubaté, pois tivemos a graça de paricipar da celebração presidida pelo Sr. Pe. Marcelo.
um forte e carinho abraço de todos daqui beto, Meire e Denise. saudades